quinta-feira, 25 de abril de 2019

20 anos das Irmãs Carmelitas Descalças em Bon Jesus do Itabapoana


Magnífica a Noite Para Padre Mello!


Ocorreu, ontem à noite, na sede da Escola de Música JEMAJ, dirigida por Anísia Maria Pimentel, a Noite Para Padre Mello, dentro das comemorações relativas aos 156 anos de nascimento do pároco açoriano.

Várias personalidades se fizeram presentes, entre as quais, Francisco Gonçalves, oriundo do Arquipélago dos Açores/Portugal, região onde nasceu Padre Mello.

Marisa Teixeira Valinho, que musicou a célebre poesia do padre português, "Morrer Sonhando", também marcou presença, assim como o pesquisador  Antônio Soares Borges e Cristina Borges, do Centro de Estudos Portugueses Manuel Ignácio da Silveira, ligado ao Memorial Governadores Roberto e Badger Silveira, entidade que organiza o Mês de Padre Mello.

A magnífica noite festiva foi um pouco da demonstração dos frutos que Padre Mello  deixou em nosso município, a quem dedicou, com paixão, sua vida.















































N o i t e   d e  F a n t a s i a s
****************************

                             Joel Boechat


Cantinho de
                Sonhos bons

Para na esquecer os bons
Sonhos
Narrei nos meus cadernos
de rascunhos
Agora versos  componho

Sonhei
Com um majestoso
Vulto de linda Mulher
Ser Divino...
Seu semblante Exprime
A Ternura do Amor

Sonhei com Deus
Colocava Seus eflúvios
De Amor
Numa gota de orvalho
Para refrescar a flor

Sonhei
Revoada de passarinhos
Piando num triste coro
Pranteando a  perda dos
Seus Ninhos
Na fúria de um vendaval

Sonhei
Com eles voltando
Procurando  canto Igual
Para com seus carinhos
Construirem novo ninho
Ninho de amor do casal

Sonhei com um Arco-íris
Enfeitando os Céus
Atravessando cristais
Decompondo suas cores
De matizes naturais

Sonhei com criancinhas
Do Jardim de Infância
Pedindo as suas "tias"
Papel e lápis de cor

Para desenhar casinha
Porta, calçada e janela
Uma arvore junto a ela

Para a sua mamãe
O desenho de uma flor
Com fino laço de fitas
E um coração
Nas cores do seu Amor.

AÇÚCAR

Rogerio Loureiro Xavier


Olá pessoa amiga e do bem.

AÇÚCAR

Um certo dia, a professora perguntou as crianças quem saberia explicar quem é Deus?
Uma das crianças levantou o braço e disse: - Deus é o nosso pai, Ele fez a terra, o mar e tudo que está nela; nos fez como filhos dele. A professora, querendo buscar mais respostas, foi mais longe: - Como vocês sabem que Deus existe, se nunca o viram? A sala ficou em silêncio... Pedro, um menino muito tímido, levantou as mãozinhas e disse: - A minha mãe me disse que Deus é como o açúcar no meu leite que ela faz todas as manhãs, eu não vejo o açúcar que está dentro da caneca no meio do leite, mas se ela tira, fica sem sabor. Deus existe, e está sempre no meio de nós, só que não o vemos, mas se Ele sair de perto, nossa vida fica... sem sabor.
A professora sorriu, e disse: - Muito bem Pedro, eu ensinei muitas coisas a vocês, mas você me ensinou algo mais profundo que tudo o que eu já sabia. - Eu agora sei que Deus é o nosso açúcar e que está todos os dias adoçando a nossa vida! Deu-lhe um beijo e saiu surpresa com a resposta daquela criança. A sabedoria não está no conhecimento, mas na vivência de Deus em nossas vidas, pois teorias existem muitas, mas doçura como a de Deus, não existe ainda, nem mesmo nos melhores açúcares...

Roger LX

A MENSAGEM DE ROGÉRIO LOUREIRO XAVIER

Olá pessoa amiga e bem.

Continue dando bom dia, mesmo se não te respondem. Continue sorrindo, mesmo se não te sorrirem de volta. Continue amando, mesmo se dando mal algumas vezes. O comportamento do outro, não pode afetar o seu.

Aprenda uma coisa:

Por mais que você mostre, prove e argumente, não faz diferença. As pessoas só enxergam o que querem enxergar.

Roger LX