terça-feira, 14 de agosto de 2018

Nosso Firmamento



Wilma Martins Teixeira Coutinho


O dia amanheceu lindo
A nuvem brinca com o sol
Quando ele aparece
Ela forma um lençol

Tirando a claridade
Do dia que amanhece
De repente ele surge
E ela desaparece

Já a lua em noite alta
É a inspiração dos poetas
Tendo o céu todo estrelado
Fazem as suas serestas

14/08/2018


GRANDE LEILÃO RESIDENCIAL, HOJE, ÀS 19H



GRANDE LEILÃO RESIDENCIAL - AGOSTO/2018


GRANDE LEILÃO RESIDENCIAL - AGOSTO/2018

Exposição

ONLINE

Leilão

Dias 14, 15, 16, 17 e 18 de AGOSTO de 2018.
De Terça à Sexta-Feira às 19:00 horas
e Sábado às 16:00 horas.
Informações Importantes

Leiloeiro

Amando da Fonseca Junior - JUCERJA Nº 50

Circuito Cultural Arte Entre Povos conquista o Nordeste




O 9º Circuito Cultural Arte Entre Povos tem conquistado o Nordeste.

Organizado, nacionalmente, pelo CCMB (Centro Cultural Maria Beatriz) de Laje do Muriaé (RJ), com articulação com prefeituras e entidades, o evento agitou o município baiano de Guanambi.

Os artistas-artesãos cubanos Pelayo Rondon e Adela Figueroa Gutierrez promoveram oficinas de arte em couro, capacitando alunos para novas atividades que ensejarão aumento na fonte de rendas. Participaram, ainda, de atividades na Feira de Artesanatos local, e realizaram palestras e entrevistas.

O Circuito, no Nordeste, prosseguirá até o mês de setembro.
















Dois vídeos resgatam a nossa história e a consciência ecológica




Dois vídeos produzidos por Frederico Sueth contribuem para o resgate de nossa história e para o desenvolvimento da consciência ecológica, permeados por uma narrativa poética.

Vejam a seguir.


https://blogdofredericotv.blogspot.com/2018/08/especial-bom-jesus-80-anos-entrevista.html



https://blogdofredericotv.blogspot.com/2018/08/caminhos-da-roca-bji-nas-cataratas-do.html

Contato com a Família Fitaroni


Recebemos o seguinte e-mail.



Boa tarde,

Li a matéria sobre as família italianas que vivem na cidade de Bom Jesus do Itabapoana. Faço parte da familia Fitaroni. Gostaria de obter o contato do Luis Fitaroni, o qual vem a ser primo da minha mãe Celeusa Fitaroni (nascida em Bom Jesus).

Atenciosamente, Adriana Rezende. 
 (dida.vianna@gmail.com)

Flávio Venturini leva multidão à Tenda Cultural

Do setor de comunicação da Prefeitura Municipal






ABERTURA OFICIAL DA FESTA DE AGOSTO 2018



Do setor de comunicação da Prefeitura Municipal



A Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana promoveu, na manhã de sábado (11/08/2018), a solenidade de abertura oficial da Festa de Agosto 2018. O evento aconteceu na Praça Governador Portela e reuniu autoridades civis, militares e religiosas, além da comunidade.

A cerimônia iniciou-se com a execução do hino nacional pela Lira Operária Bonjesuense, seguido pelo hasteamento das bandeiras feito pelo prefeito municipal, Roberto Tatu, prefeito de Bom Jesus do norte Marquinhos Messias, Padre Vicente, Dr. Gino Bastos, Sub-tenente Rocha e Tenente Barton.

A apresentação do hino de Bom Jesus do Itabapoana, mais uma vez, foi um dos destaques da solenidade, declamado por Regina Tannus, filha de Salim Tannus (compositor do hino) ao som da Lira Bonjesuense.

Na sequência, autoridades e familiares depositaram flores nos bustos do governador Roberto Silveira e Dr. José Seródio. Passando por um pelotão de honra do TG 01-001, os Prefeitos Roberto Tatu e Marquinhos Messias juntamente com o Padre Vicente também colocaram um arranjo de flores no busto do Padre Mello, em frente à igreja Matriz. Depois, todos se dirigiram até à Tenda Cultural “Ediniz Pereira Campos”, onde o Coral Amantes da Arte e Grupo JEMAJ se apresentaram.



























Um momento no tempo...

                              Joel Boechat


Cantinho dos meus
                         Sentimentos


Aconteceu...um dia

Seus olhos verdes entenderam
Meus negros olhos...
Como em súplica de Amor
De noite,  ao luar deslumbrante
Como esmeraldas e diamantes
Brilharam...
Em fúlgidos raios de esplendor ...

Meus lábios entenderam seus lábios
O que um dia, entre nós aconteceu
Dois corpos suados...
dois labios molhados, beijos
escandalizados...
Nenhum de nós esqueceu ...

Corpos e lábios selaram duas vidas
Estarão para todo e  sempre unidas
Jamais chegarão a um Adeus...

Porque meus olhos negros
Entenderam  os verdes seus
E seus rubros lábios  entendem
Os meus...

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

HISTÓRICO DO PE. HERBERT DE GIE

Anselmo Júnior Borges Nunes




Nascido em 09 de fevereiro de 1943, em plena II Guerra Mundial.

Natural de Haia na Holanda e filho de Herbert De Gier e Maria WilhelminaBoss,  tendo dois irmãos, Ansco De Gier – irmão gêmeo residente na Holanda -  e Cissy De Gier, residente na Espanha.

Foi batizado, em 16 de maio de 1943, na Paróquia Nossa Senhora da Assunção, na cidade de Voorburg, Holanda.

Completou o Ensino fundamental em Haia e fez a primeira comunhão no dia da Ascenção do Senhor, em 18 de maio de 1950.

Recebeu o Sacramento da Crisma em 26 de outubro de 1951 e renovou as promessas do batismo em 3 de junho do mesmo ano.

O Ensino médio foi realizado em Vught, na Casa de formação da Congregação dos Irmãos de Nossa Senhora de Lourdes, tendo sido consagrado à Nossa Senhora em 3 de junho de 1956. Em 14 de julho de 1960 recebeu o diploma do Ensino Médio.

Em 15 de agosto de 1960 ingressou no noviciado da mesma congregação e em Julho de 1961 começou os estudos para formação de professor.

Em 15 de agosto de 1962, fez os votos de pobreza, castidade e obediência na mesma congregação e recebeu o diploma de professor em 3 de junho de 1965.

Trabalhou no ano letivo de 1965 a 1966 como professor numa Escola de ensino fundamental no sul da Holanda.

Em 15 de agosto de 1967 fez a profissão perpétua na Congregação dos Irmãos de Nossa Senhora de Lourdes e em 8 de setembro de 1967 recebeu o diploma do curso de professor de habilitação completa.

No ano letivo de 1967 lecionou numa Escola Técnica, em Emmen, no norte da Holanda e, no mesmo ano, recebeu sua nomeação como missionário no Brasil.

Em 26 de julho de 1968, na festa de Senhora Sant’Ana, embarcou no avião, chegando no Brasil na manhã do dia seguinte.

Nos meses de agosto a dezembro de 1968 fez o curso de língua portuguesa e enculturação no Instituto CENFI.No ano de 1969 fez, no Colégio dos Irmãos Maristas, em Uberaba-MG, um curso de aperfeiçoamento da língua portuguesa, estudando também história do Brasil com a finalidade de fazer o vestibular da PUC-MG, em Belo Horizonte. No mesmo colégio obteve, em 28 de novembro de 1969, o diploma do 2º ciclo secundário nas matérias de português, inglês, francês e psicologia.

Em fevereiro de 1970 passou no vestibular para o curso de Letras, Inglês e Português e em março de 1970 iniciou o curso de Letras na PUCMG.

Enquanto estudava, de manhã, dava assistência pastoral, à tarde, numa capela da Paróquia Sagrados Corações, mais conhecida como a Igreja do Pe.Eustáquio. A noite e na parte da tarde eram reservadas para o estudo do curso de letras.

Recebeu o diploma de Bacharel em Letras pela Faculdade de Ciência Humanas da PUC-MG, em 3 de setembro de 1974.

Trabalhou, como arquivista, na Cúria da Arquidiocese de Juiz de Fora, de julho de 1974 até o final de novembro daquele ano. E residiu, nesse período, na casa dos Irmãos da Congregação.

Em 12 de dezembro partiu junto com outro irmão da congregação ao Vale de Jequitinhonha, no nordeste de Minas Gerais, para dar início a um projeto de trabalho na área de ensino, social, enfermagem e pastoral com ênfase na catequese, na cidade de Joaíma situada na diocese de Araçuaí MG. Em janeiro do ano seguinte, mais dois irmãos juntaram-se para poder formar uma comunidade. Lecionou no colégio estadual as matérias de inglês e ensino religioso no ensino fundamental e médio. A comunidade religiosa da qual fazia parte era também responsável pela paróquia que carecia de um sacerdote residente, sendo que os irmãos recebiam a licença para fazer os batizados, casamentos e exéquias.

Ficou em Joaíma até fevereiro de 1983 quando voltou a Belo Horizonte para estudar teologia na PUC-MG, cujo curso terminou em 1986.

Em 24 de janeiro de 1983 recebeu o certificado de naturalização.

Ordenou-se sacerdote, em 22 de fevereiro de 1986, pela imposição das mãos de Dom José Geraldo Oliveira do Valle, então primeiro bispo da diocese de Almenara.

A partir de agosto de 1983 iniciou seu apostolado, como pároco, na paróquia de Nossa Senhora do Desterro, na cidade de Jordânia, diocese de Almenara. Tendo sido um período de muito trabalho, pois era pároco, secretário das reuniões do clero, secretário no governo da congregação, visitava 25 capelas na zona rural, de carro, a cavalo ou mesmo a pé. Dava ainda assistência a outra paróquia carente de sacerdote, distante de 75 quilômetros da matriz de Jordânia, onde deu início à construção da nova matriz e montou, junto com um irmão enfermeiro, uma casa de saúde. Comprou uma olaria para dar emprego a vinte pais de família, montou nas antigas instalações da Nestlé um centro de evangelização e iniciou a pastoral vocacional da congregação, sendo mestre de noviços da congregação.

Em julho de 2001, começou a trabalhar, como pároco, na paróquia Senhora Sant’Ana, em Apiacá ES, até novembro de 2009, quando foi morar no distrito de Rosal, Paróquia Senhor Bom Jesus, Diocese de Campos. Na capela de Sant’Ana, tendo sido primeiro padre residente na localidade, auxilia o pároco, Pe. Vicente Osmar, dando assistência às Comunidades de Calheiros, Pirapetinga e Santa Fé, além do Carmelo, em Bom Jesus do Itabapoana.















Há 71 anos, morria Padre Mello

MORRER SONHANDO: O MAIS FAMOSO POEMA DE PADRE MELLO



Vejam a homenagem que a Gráfica Gutenberg prestou a Padre Mello, no dia 13 de agosto de 1953, seis anos após sua morte, por ocasião da  inauguração de seu busto na Praça Governador Portela.















Que mundo maravilhoso!

                              Joel Boechat


               Cantinho de orações


              Vejo árvores verdes
              Rosas vermelhas também
              Para mim e para você
              E, penso de mim mesmo
              para mim.....
                  Que Mundo Maravilhoso

Mas, tudo depende de nós
Vivenciaremos sim, a paz.....

A doçura do aconchego do Lar
Se ouvirmos a Voz de Deus             
Não  haverá prantos nem guerra
Somente o Amor sobre a Terra
Somente amor para amar...

Estrelas  no firmamento...
Aproveitemos,  porque, do Pai,
são esses bons momentos ...

Se esconde uma entrelinha
Da Argêntea luz do luar
Para sua mãe , sua Rainha
Enluarar...
a oração do Verbo Amar

Pai dos Céus Infinitos
Oh Pai de seres aflitos
Sofredores em escarcéus .

Cremos em Ti,  Pai sublime
Aplaque seus tormentos e a dor..

Pois, dos Céus,
Teu nome exprime
Somente Ternura,  concórdia
e Teu infinito Amor.

Contrito na minha oração
Às vezes, ouço o rumor da revoada
Bater de asas cansadas
Voltando para seus ninhos
Chilreantes passarinhos
Para, de seus ninhos, o calor
desfrutar

Todos os seres viventes
Sentem o clamor da nossa prece
Que um coração  enternece
São de nossos desejos ardentes

Que Mundo Maravilhoso
Aevores verdes...
Rosas vermelha também
Para mim e para você
Ad eternum ...
Para nós, o eterno bem.

domingo, 12 de agosto de 2018

ALMOÇO DA LUZ: DIA 12 DE AGOSTO


Parabéns Bom Jesus do Itabapoana!


Wilma Martins Teixeira Coutinho


Parabéns a essa querida Bom Jesus do Itabapoana!

Que o Divino Espírito Santo proteja os que aí habitam, os meus queridos amigos que aí deixei, e que continue sempre a ser essa cidade Educadora 👩‍🏫!

Parabéns!
🌹🌹🌹🌹🌷🌷

BOM JESUS ESTÁ EM FESTA!

Olá pessoa amiga e do bem.


BOM JESUS ESTÁ EM FESTA!

ACONTECE NA SEMANA DE 10 A 15 DE AGOSTO A FESTA EM HOMENAGEM AO DIVINO ESPÍRITO SANTO - TRADICIONAL FESTA DE AGOSTO DA QUERIDA BOM JESUS DO ITABAPOANA, RJ - BRASIL!

Neste momento, externo toda a minha alegria por mais um ano de história para nossa querida Bom Jesus do Itabapoana.

Cumprimento todos os cidadãos e cidadãs que habitam essa cidade linda, jovem e cheia de beleza.

Quero congratular-me com todos os bonjesuenses pelo esforço de cada um na construção diária da cidade, aos que aqui nasceram e aos que escolheram essa terra para ser sua e participar ativamente da construção de sua história.

Parabéns, Bom Jesus do Itabapoana! Vamos celebrar o seu passado e o seu presente, porque é muito bom viver na cidade em que se vê o “futuro no horizonte”.

Rogerio Loureiro Xavier