sexta-feira, 28 de novembro de 2014

UM ROSTO PARA UM NOME



Leonan Degli Esposti, Rui Lima Garcia, Reginaldo Teixeira Chalhoub, Acir Tinoco do Couto e Rosineia Maria da Silva do Canto: oferenda floral na Praça Amália Teixeira, em 17/10/2014


A Praça Amália Teixeira Chalhoub está localizada em área central de Bom Jesus do Itabapoana. Por ela passa a famosa rua Buarque de Nazareth, onde se instalaram os libaneses na década de 1930 e à qual estava direcionada a antiga ponte de madeira que unia o município às terras capixabas.

Na Praça Amália Teixeira está localizado, ainda, o prédio do Aero Clube, patrimônio cultural de nosso município e palco de grandes eventos.

O que a maioria das pessoas desconheceu ao longo dos anos, contudo, era informações sobre Amália. Quem foi ela? Como era sua fisionomia?

O livro "Roberto Silveira, a pedra e o fogo", de José Sérgio Rocha, nos informa que Amália foi professora do ex-governador Roberto Silveira. Foi ela, também, professora de dos dois outros irmãos do governador, o governador Badger Silveira e José Teixeira Silveira, o Zequinha, médico que fez exitosa carreira política no Paraná, antes do trio estudar no Colégio Rio Branco.

Por outro lado, as pesquisas para se obter a história do prédio localizado na rua Buarque de Nazareth,  que foi objeto de obras de preservação e restauro por parte do jornal O Norte Fluminense, nos meses de setembro e outubro de 2014, acabaram levando a reportagem a Reginaldo Teixeira Chalhoub, filho de Amália Teixeira Chalhoub.

O prédio onde nasceu Amália Teixeira, preservado e restaurado por Norte Fluminense


Graças a ele, ficamos sabendo que foi neste prédio, construído  pelo capitão João Manoel Teixeira, pai de Amália, na década de 1920, onde a mesma nasceu. E que o capitão construiu outro prédio, na  Praça que levou o nome de sua filha, para que Amália estabelecesse sua escola, na parte superior do prédio. Foi ali onde estudaram os irmãos Roberto, Badger e José Teixeira Silveira.

A escola da professora Amália Teixeira Chalhoub funcionou na parte alta do prédio construído pelo capitão João Manoel Teixeira

Reginaldo cedeu, então, à nossa reportagem, a tão esperada foto de Amália Teixeira Chalhoub.

Finalmente, um rosto para um grande nome. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário