quinta-feira, 9 de junho de 2016

SUBSÍDIOS PARA A ORGANIZAÇÃO DA HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA (II)






(Publicado na edição de maio de 1990 de O Norte Fluminense)

Jorge Renato Pereira Pinto 

Por volta de 1884, Bom Jesus possuía ainda uma pequena igreja que servia de matriz, mas já começava a ser substituída por um templo construído com pedra e cal. O progresso se assentava sobre o café e a Estrada de Ferro do Carangola já havia desde 1879, construído o ramal de Murundu até Itabapoana, o que passaria a facilitar as tropas de animais deslocando-se ao longo de futuras estradas em direção aquela estação para carregamento nos vagões.


Desta forma Bom Jesus se organizava e possuía então: farmácia, duas padarias, três  oficinas de sapateiro, alfaiate, celeiro, funileiro e cinco oficinas de ferreiro. Possuía também dois hotéis, um bilhar, uma pilação de café, três olaria, doze carpinteiros e três pedreiros. Suas lojas de secos e molhados e de fazendas eram em números de vinte e nove.


Como forte era o café, o número de fazendeiros que se dedicavam a essa atividade e que eram proprietários de terras somava o total de 133.


Em virtude dos desmatamentos progressivos que iam sendo realizados para a formação de lavouras, as madeiras de lei melhor qualidade foram desaparecendo no município de Campos e consta que só em Bom Jesus ainda podia se encontrar Jacarandá.


Entre os homens importantes em 1884 consta o nome do Capitão Francisco Teixeira de Siqueira Sobrinho que era subdelegado, inspetor da instrução pública e fazendeiro de Café. 

O de Carlos Rodrigues Firme, comerciante, proprietário de um Hotel, do Bilhar, de loja de secos e molhados e de fazendas, de uma Olaria, além de possuir uma fazenda produtora de café. 

A do médico e ao mesmo tempo Juiz de Paz, Dr. Leônidas Peixoto de Abreu Lima. O de João Pedro Lengruber que, além de fazendeiro de café, era também Juiz de Paz. O primeiro substituto do subdelegado era o fazendeiro de café José Dutra de Moraes Sobrinho e o segundo também fazendeiro de café Francisco de Paulo Oliveira Leite. Mas o principal Juiz de Paz da Freguesia de Bom Jesus era o comerciante de secos e molhados e de fazendas Herculano Rodrigues de Souza.


Para melhor ilustrar damos em seguida o nome dos principais cidadãos de Bom Jesus do Itabapoana, com seus cargos ou negócios, a saber:



Subdelegado – Capitão Francisco Teixeira de Siqueira Sobrinho.



Substitutos – José Dutra de Moraes Sobrinho, Francisco de Paula Oliveira Leite.



Escrivão da subdelegacia e de paz – Joaquim da Rocha Paris.



Inspetor de Distrito da Instrução Pública – Francisco Teixeira de Siqueira Sobrinho.



Vigário – Padre Tito Afonso Capellani, da Matriz Senhor Bom Jesus.



Médico – Dr. Leônidas Peixoto de Abreu Lima.



Farmacêutico – Pedro Gonçalves da Silva Junior.


Hotéis – Carlos Rodrigues Firmo, Guilherme Joaquim da Fonseca (Estação do Itabapoana).



Bilhar – Carlos Rodrigues Firmo



Padarias – Antonio Fernandes Medina, José Rodrigues da Silva



Oficina de Seleiro – Antônio Curgel.



Oficinas de Sapateiro – Emílio Augusto Ferreira, João José de Sant’Anna, Saturnino Alves de Freitas.



Alfaiate – Américo Vespúcio da Gama.



Funileiro – José Martinho



Oficinas de Ferreiro – Claudio da Silva Lisboa, João Domingues de Souza, Joaquim Luciano de Souza, Reduzino Rodrigues da Silva, Valeriano Francisco Aleixo. 


Fazendeiros de Café – Agostinho Ferreira da Silva, André Rodrigues dos Santos, Anna Joaquina da Costa Soares, Antonio Carlos de Araújo Leite, Antonio Carlos Leite de Araújo, Antonio Dias Moreira, Antonio Ferreira de Mattos, Antonio Francisco Alves Malveiro, Antonio Francisco Xavier, Antonio Garcia de Araújo, Antonio Gomes dos Santos, Antonio Gonçalves Barroso Junior, Antonio Gonçalves Barroso Sobrinho, Antonio Joaquim Leite, Antonio José Carneiro, Antonio José Ramalho, Antonio Malta Diniz, Antonio Moreira da Costa, Antonio Pereira da Conceição, Antonio Pinto de Figueiredo, Antonio Teixeira de Siqueira, Antonio José Bastos, Barbara Maria de Jesus, Cândido Soares Calheiros, Carlos Rodrigues Firmo, Carlota Vieira de Resende, Casimiro da Costa Silveira, Casimiro Ferreira da Costa, Clemente José de Sant’Anna, Constancio Dutra de Moraes (herdeiros), Custodio Teixeira de Siqueira, Domingos José de Souza Campos, Domingos Nunes de Moraes, Domingos Moreira da Costa, Elias Gomes de Moraes, Elias Nunes da Silva, Eugênio Boechat, Firmino Xavier pereira de Castro, Flora Maria de Jesus, Joaquim Ribeiro de Magalhães, Joaquim Teixeira de Siqueira, José Alves de Souza, José Antonio de Castro, José Bento da Silva, José Carlos de Campos, José da Costa Silveira, José Dutra de Moraes Sobrinho, José Ferreira Bessa, José Fialho, José Francisco Dias, José Jacintho Furtado, José Joaquim Damasceno, José Narcizo de Ornellas, José de Oliveira Diniz, José de Paula de Oliveira Leite, José Pereira Coimbra, José da Rosa pereira, José da Silva Carneiro, José da Silva Netto, Jpsé de Souza Monteiro, José Venâncio d´Almeida Ramos, Lino Pereira dos Santos.



Juiz de Paz – Herculano Rodrigues de Souza, José Venâncio de Almeida Ramos, Dr. Leonidas Peixoto de Abreu Lima, João Pedro Lengruber.


Maquinista – Pedro João Rosa.


Pilação de Café – Vieira Lopes & Cia.



Olarias – Antonio Balbino dos Anjos, Carlos Rodrigues Firmo, Galdino José dos Reis.


Negociantes de Secos e Molhados e Fazendas – Albino Gonçalves Maia, Antônio Caetano Gomes,  Antonio Fernandes Medina, Antonio Guilherme de Salles, Carlos Rodrigues Firmo, Custodio Rosa Pereira, Elias das Neves Cunha, Francisco Couto Pereira Velho, Herculano Rodrigues de Souza, Ignácio Fernandes Barbosa, João Bueno, José Cerqueira Bastos, José Francisco da Rosa, José Pereira Neves, José Pinto de Figueiredo, José Ronaldo Teixeira de Carvalho, José Rodrigues da Silva, José Samuel Berijó, José Teixeira de Siqueira, Manoel Antonio de Azevedo Matta, Manoel Francisco dos Santos, Manoel Lopes da Paixão, Manoel Santos Silva Rosa, Miguel Francisco. Mourão & Mendes, Pedro Alves Pereira, viúva Fonseca e Filhos.



Rancheiros – Antonio Jose Borges, Antonio Simplício de Salles, José Pereira Never, Floriano da Costa Siqueiro, Francisco Bernardo Pinto Brandão, Francisco Couto Pereira Velho, Francisco Dutra Chaves, Francisco Ferreira Machado, Francisco Gonçalves Barroso, Francisco Gonçalves da Silva, Francisco Hermogens Ferreira, Francisco José Borges Filho, Francisco de Paula Machado, Francisco de Paula Oliveira Leite, Francisco da Silva Pinto, Francisco Tardim, Francisco Teixeira de Siqueira, Francisco Teixeira de Siqueira Sobrinho, Francisco Theodoro de Oliveira, Francisco Theodoro de Oliveira Junior, Frederico Lengruber, Gabriel José de Aragão, Germano Pereira de Souza, Henrique Boechat, Henrique Soares, Joaquim Germano Henriques, Joaquim Pereira dos Santos, Luciano Ferreira Machado, Luciano Ferreira Vieira, Manoel Coelho Pinheiro, Manoel Luiz Cabral, Manoel Mathias da Silva, Manoel Vieira de Carvalho, Maria da gloria da Conceição, Maria Boechat, Maria Virgolina de Almeida, Marianno de Souza Furtado, Pedro Ramalho, Regino José Carvalho, Ricardo da Costa Soares, Ricardo Luiz de Alvarenga,  Rita Maria de Almeida, Severino Teixeira de Siqueira, Vicente José Ferreira, Viuva de João Alves dos Santos, viúva de João Pereira dos Santos, Wenceslao Ferreira de Souza.


Madeireiros – Carlota Vieira de Rezende, José Carlos de Campos.


Fazendeiros de Açúcar – Carlota Vieira de Rezende, José Carlos de Campos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário