domingo, 21 de dezembro de 2014

Novos apontamentos sobre Boanerges Borges da Silveira e Roberto Silveira





Zeni Gomes Terra e o momento de oração antes do almoço no Bar do Edésio, em Barra do Pirapetinga

Os irmãos Zeni Gomes Terra e Gessy Pereira Gomes, que nasceram em Bom Jesus do Itabapoana, e residem atualmente em Porciúncula (RJ), participaram das atividades culturais do dia 1o. de novembro de 2014, ocasião em que aqui estiveram  Badger Silveira Filho e José Roberto Ferraiolo Silveira, filhos do ex-governador Badger Silveira, Herval José Teixeira, filho de José Teixeira Silveira, o Zequinha, que fez exitosa carreira política pelo Paraná, e Geraldo Silveira, filho de Maria da Penha Silveira.


Eles são tios da esposa de Badger Silveira Filho, Carmem Lúcia Alves Mattos. 

Badger Silveira, José Teixeira Silveira e Maria da Penha Silveira formam, juntamente com Roberto Silveira e Dinah Silveira, os cinco irmãos nascidos no Sítio Rio Preto, no distrito de Calheiros. 

Os irmãos residiram também na vizinha Fazenda São Tomé, após os pais, Boanerges Borges da Silveira e Maria do Carmo Silveira, a Biluca, terem adquirido esta propriedade.

Zeni Gomes Terra tem data de nascimento registrada em 11/02/1932, mas admite que houve "um erro do escrivão, uma vez que meu irmão, Gessy Pereira Gomes nasceu em 28/01/1932. Se fosse correta esta informação, seria o caso único de dois irmãos nascidos no mesmo ano, mas em meses diferentes", salienta com gracejo.

Zeni é filha de José Gomes Teixeira e Beatriz Pereira Gomes. " Foi Padre Mello quem realizou o casamento de meus pais", assinala. 

São seis os irmãos: Maria, Nair, Gessy, Irene, Manoel e Jaci."Recordo-me que, quando eu tinha cerca de 12 anos, reunimo-nos para fazer um guisado para a campanha de Roberto Silveira para deputado estadual. Um dos filhos de Zezé Borges participou da festa, que ocorreu em uma casa localizada na via entre a Rua dos Mineiros e a rua que dá para o Cemitério. Além deste fato, recordo-me que Roberto Silveira era tratado como filho por Tonico Kelly, casado com Ismegarda. O casal teve um filho paralítico e me lembro que Roberto Silveira conseguiu um cadeira de rodas com motor para ele, além de dar-lhe estudos. Sei também que Roberto Silveira vendia laranja na faculdade para pagar seus estudos", assinalou.



Pai de Zeni trabalhou na Fazenda do Bonito em Pirapetinga de Bom Jesus
 

Zeni Gomes Terra, na Fazenda São Tomé: "quando eu tinha seis anos, meu pai apeou do cavalo e subiu esta escada para conversar com Boanerges, que residia nesta casa"




Flávio de Aquino Ferreira, descendente do Barão de Aquino, atual proprietário do prédio centenário da época de infância dos governadores Roberto e Badger e seus irmãos Zequinha, Maria da Penha e Dinah Silveira



Por ocasião da visita à Fazenda São Tomé, de propriedade de Flávio de Aquino Ferreira, descendente do Barão de Aquino, Zeni pôde trazer importante dado histórico. Reconheceu o local onde Boanerges Borges da Silveira e Biluca residiram, assim como seus filhos Badger, José Teixeira, Maria da Penha e Dinah. "Meu pai trabalhava na Fazenda do Pavão, em Vargem Alegre (Pirapetinga de Bom Jesus) e quando andava de cavalo, costumava me levar na garupa. Quando eu tinha cerca de seis anos de idade, saímos da Fazenda do Pavão e viemos até a Fazenda São Tomé. Meu pai apeou do cavalo próximo a esta escada, subiu a mesma e foi conversar com Boanerges que morava neste prédio". 

O sempre brincalhão Gessy Pereira Gomes recordou-se da época em que vinha "pegar passarinho" no armazém que pertenceu ao pai de Boanerges Borges da Silveira

Gessy Pereira Gomes, irmão de Zeni, por sua vez, tem outras histórias para contar.


"Recordo-me, ainda, do meu tempo de aluno no Grupo Escolar Pereira Passos, que ficava onde está localizado atualmente o Big Hotel. A diretora se chamava Abigail. Havia uma professora de nome Maria Estela, que acabei colocando o apelido de Verruguinha, pois tinha uma verruga no rosto. Repeti a 3a. série duas vezes. Eu era muito levado. Recordo-me dos colegas Alcemar, conhecido como Graveto e Erê, conhecido como Catinga de Bode. Eu tinha apelido de Gavião

 As pessoas que moravam na roça só iam para a cidade para conseguir querosene, sal e tecido, pois tinham tudo na zona rural. Quem financiava café ficava rico. Emprestava, por exemplo, a quantia equivalente a 5 sacas de café, e acabava recebendo 10.

Vim muitas vezes, aqui, na Casa do Moinho, que pertenceu a Antônio Ignácio Silveira, o pai de Boanerges Borges da Silveira, quando eu era criança, pegar passarinho. Suponho que a grande quantidade de passarinhos que eu via, vinham por causa do arroz que ficava armazenado na parte inferior do armazém. É uma alegria para mim e minha irmã retornarem a Bom Jesus e recordar nosso tempo de infância", finaliza.

A Casa do Moinho





Nenhum comentário:

Postar um comentário