sexta-feira, 22 de julho de 2016

AUTOBIOGRAFIA DE BADGER SILVEIRA REVELA SURPREENDENTE ATUALIDADE




Autobiografia do ex-governador Badger Silveira: surpreendente atualidade


O ex-governador Badger Silveira deu início, certa vez, à sua autobiografia, escrevendo até o quinto capítulo, em que relata, com detalhes, os meandros do golpe militar de 1964. Posteriormente, desistiu de finalizar a obra.


O Norte Fluminense recebeu, dos filhos do ex-governador, cópia desta autobiografia não finalizada, com adendos escritos à mão, que constitui material precioso para a história do estado do Rio de Janeiro e do Brasil, revelando fatos desconhecidos da historiografia oficial.

A atualidade dos escritos de Badger surpreende. Ele relata, por exemplo, na página 47, "a campanha de desmoralização contra mim, publicando diálogos que nunca travei... porque eu não usei a verba de publicidade do governo nos jornais". 

Na página 48, Badger assinalou outro episódio em que um coronel exigiu sua renúncia: " - O senhor deve renunciar!... - Coronel... esta mão jamais assinará a renúncia. A renúncia é uma fraqueza e a confissão do que eu não fiz. Eu não renuncio em hipótese alguma".




Dia 7 de agosto, às 13h, inauguração do Memorial Governadores Roberto e Badger Silveira, no Sítio Rio Preto, distrito de Calheiros, Bom Jesus do Itabapoana (RJ), onde nasceram os ex-mandatários

Nenhum comentário:

Postar um comentário